Anna de Noailles

22 de out de 2010 Postado por Fernando
Você gostaria de indicar uma próxima toonada?
Comente aqui ou escreva para: fer.souza.mail@gmail.com

O PROCESSO
"Não. Eu recuso toda esperança, sublimidade desconfiosa,
Eu sou uma estranha ao seu mundo, e convido

O frio do seu túmulo ignóbil, tão mesquinho, tão pequeno,

Para eu declarar, na contemplação dessa noite imensa,

Que uma vez que o nosso sangue esfria, é o fim de tudo."

- Anna de Noailles


Anna, a condesa Mathieu de Noailles, nasceu na França em 1876. Talentosíssima escritora e poeta, foi a primeira mulher a se tornar
Comandante da Legião da Honra e a primeira mulher a ser recebida na Academia Real Belga de Literatura Francesa. Quanto aos seus méritos profissionais, também foi contemplada com o "Grand Prix" da Academia Francesa em 1921.

Declaradamente adepta dos pensamentos niilistas, poucas coisas lhe despertavam tamanha atração quanto a morte e a aniquilação, assuntos esses explorados ao
extremo na maioria dos seus poemas. Por outro lado, Anna não fazia o tipo "artista reclusa". Ela era muito viva e popular na sociedade francesa, sempre presente nos círculos da elite intelectual, tanto que foi imortalizada por famosos artistas da época, como Kees van Dongen, Philip de Laszlo e Auguste Rodin.... aliás, ainda
hoje pintam retratos dela.

Finalmente, em 1933 Anna encontra pessoalmente a morte. Seus restos mortais estão sepultados no famoso cemitério Père Lachaise em Paris.


Fontes: www.wikipedia.com, annadenoailles.com

0 Response to "Anna de Noailles"

Postar um comentário

BlogBlogs.Com.Br